Como não desperdiçar dinheiro em treinamento corporativo?

No fim dos anos 90 a revista exame fez uma reportagem sobre treinamentos corporativos e essa reportagem listou algumas bizarrices que as empresas faziam para treinar ou motivar seus funcionários. Então, por exemplo, uma delas levou seus gestores para um mega resort para um fim de semana no meio do nada e fez esses gestores passarem por algumas situações do tipo usar florais de Bach e até mesmo dançar seminus em torno de uma fogueira entoando cânticos de elevação do espírito.

O que mudou hoje no Treinamento Corporativo?

Hoje em dia não vemos coisas tão mirabolantes assim, mas ainda se vê outras situações acontecendo como, por exemplo: as empresas ainda contratam pacotes em mega resorts e levam seus funcionários para lá, para um fim de semana, e isso custa um caminhão de dinheiro. Em seguida, a empresa contrata algum figurão palestrante que vai dar o treinamento; pode ser um profissional experiente, da área que vai ser treinada, ou pode ser talvez um técnico de algum esporte, ou algum jogador de futebol, ou até um presidente de escola de samba, e isso custará mais dois caminhões de dinheiro!

Um mês depois, provavelmente seu colaborador não lembra do assunto, não lembra mais quem foi um palestrante e talvez ele se lembre… da praia.

Outro caso: se uma empresa precisa treinar seus colaboradores em algum tema específico, ela vai até uma dessas grandes escolas de negócios e fecha um curso ou um pacote de cursos pré-moldados para seus colaboradores, e isso custa uns dois caminhões de dinheiro.

Então, no decorrer do aprendizado, os colaboradores se sentem estimulados, se sentem motivados, mas à medida em que eles vão aprofundando aquele conhecimento, eles começam a olhar para o dia a dia de trabalho e ver que não tem tanta oportunidade assim de aplicar aquilo que eles aprenderam. Já deu pra entender o cenário?

Pois é. Infelizmente, na realidade, muitas vezes treinamento é sinônimo do dinheiro de sua empresa indo pelo ralo abaixo.

Mas por que seu treinamento não está dando certo?

E isso acontece basicamente por três motivos: primeiro, talvez porque o treinamento seja megalomaníaco demais, e seja, ao mesmo tempo, muito genérico. Ou então, porque o treinamento até é específico, mas ele é descolado do dia a dia da empresa. Ou ainda, embora ele seja específico e aderente ao dia a dia da empresa, o seu colaborador não encontra espaço no cotidiano dele para aplicar os conhecimentos que ele obteve. Para suprir as lacunas de conhecimento na sua empresa evitando desperdício de dinheiro, é necessário que os treinamentos sejam feitos sob medida, mas a partir de uma análise detalhada das necessidades da sua empresa. E além dessa precisão – além de abordar exatamente aquilo que sua empresa precisa – o treinamento também necessita de um elemento chave para que o aprendizado seja eficiente, e esse elemento é a contextualização. Vamos falar sobre isso em um artigo mais adiante.

Como a Vide Corporate produz um Treinamento Corporativo eficiente?

Nós da Vide Corporate somos especializados nesse tipo de processo, desde a identificação da necessidade real da sua empresa e dos seus colaboradores, até a roteirização e a produção do curso, chegando enfim à aplicação do conhecimento no dia a dia. Quer ter certeza que a sua empresa não está jogando alguns caminhões de dinheiro fora com treinamentos mal planejados? Vem bater um papo com a gente através do contato@videcorporate.com.br

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *